• Arquivos

  • Calendar

    August 2014
    M T W T F S S
    « Jul   Sep »
     123
    45678910
    11121314151617
    18192021222324
    25262728293031
  •  
  •  

Ricardo Chermont: Spot com KK. Como jogar?

Pergunta enviada por Ricardo Chermont, Rio de Janeiro.

Leo, como vai meu amigo?

Gostaria de discutir uma mão com você que aconteceu comigo em um Torneio ao Vivo essa semana. Entramos no inicio do 5º Nível, logo após o primeiro intervalo, com aproximadamente 40 jogadores. Os blinds eram de 300/600 e eu tinha algo em torno de 22K no meu stack. 

Eu estava no Botão e sai com KK. O UTG deu fold e o UTG+1 deu raise para 2.400. A mesa rodou fold até a mim, que paguei a aposta. (Primeiro ponto – acho que eu deveria ter dado um re-raise, mas no final, perderia a mão de qualquer jeito). A ação chegou ao SB que deu all in de aproximadamente 30K. O BB deu fold e a ação voltou ao UTG+1 que pensou durante algum tempo, ameaçou foldar, e deu um all in por cima, com aproximadamente 40K.

Nessa hora, pensei que algum dos dois poderia ter um A, mas não dei AA para nenhum dos dois, por conhecer os jogadores.

Eu estava acima da média e acabei não foldando a mão, dando All In.

No showdown, o SB abriu AK e o UTG+1 AQ. O Board abriu A3Q. O Turn 3. E o River T, tendo uma eliminação dupla no torneio.

Eu acho que sei a resposta, mas mesmo assim vou perguntar:

Eu deveria ter foldado a mão? Qual a sua análise?

RESPOSTA DE LEO BELLO:

Ola Rico,

vamos analisar a mão por partes.

Primeiro o seu stack, 37 BB. Um stack médio para grande. Saudável pro momento do torneio, mas nada excepcional.

Segundo, o momento do torneio. Restam 40 jogadores e vocês estão no middle game (blinds 300/600) bem longe da premiação.

Nesse momento, sua estratégia deve ser o máximo possível procurar dobrar e fazer seu stack pular para o top 10% do torneio.

Terceiro, voce recebe KK a mão perfeita para isso.

Agora vamos a ação: um jogador com 40K dá um raise de 4xBB. Acho que esse é o primeiro e principal ponto da mão.

Quando um jogador abre 4x nessa fase de um torneio ao vivo, normalmente está indicando muito sobre a força da sua mão. Esse raise maior é típico de AK, AQ, AJ, QQ, JJ e TT. Raramente, você ve alguém dando um raise maior com KK ou AA ou com mãos mais fracas que essas.

Quando a ação chega a você, sua opção foi o call. Mas eu pergunto. Por que?

Normalmente você quer extrair o máximo da sua mão.

Em que situações dar só call aí é bom? quando nos blinds tem pessoas com stacks curtos que tem chances de resolver fazer um squeeze allin.

Mas nessa mão, tanto o BB blind nao estava curto (voce nao fala do SB), quanto o raise do seu adversário indica força, eu preferiria, já 3 betar e jogar a mão com ele apenas. Talvez o SB não entrasse na mão, você isolaria o original raiser.

O resultado nessa vez não mudaria. Ele provavelmente iria dar allin e você iria dar call. Eu nunca foldaria nesse spot pré-flop com 37BBs no 5o nível de um torneio.

Mas o importante é você ficar atento aos sinais da mão, e como usá-los a seu favor. Não que o que você fez esteja incorreto. Apenas vale a pena pensar qual a melhor forma de jogar para extrair mais valor da sua mão, e nesse cenário, o reraise pré-flop parecia ser uma melhor pedida, que correr o risco de ter mais dois jogadores que ainda não falaram podendo entrar na mão.

Que tal adquirir uma Session Review com o Leo Bello? Você poderá enviar um torneio para ser analisado mão-a-mão e discutido em uma sessão via Skype. Para mais info: leobello@leobello.com.br ou acesse: Aprendendo Poker – Session Review