• Arquivos

  • Calendar

    October 2014
    M T W T F S S
    « Sep   Nov »
     12345
    6789101112
    13141516171819
    20212223242526
    2728293031  
  •  
  •  

Multitabling: como consegui chegar a 12 telas

Olá pessoal,

Este é meu primeiro post pelo time, não sou muito bom em escrever, mas vou tentar compartilhar um pouco do meu dia a dia com vocês. Com o crescimento do poker no nosso país, os assuntos relacionados ao esporte, estão cada vez mais debatidos por vários jogadores profissionais e iniciantes. Pensando nisso, eu sempre vou tentar debater os assuntos, contando um pouco de experiência própria, ao invés de teorias que já estão espalhadas por toda internet. Vou falar um pouco do meu desenvolvimento em multi-tabling.

Quando comecei no poker, jogava apenas uma mesa. Passei para duas, quatro, seis, oito, dez e finalmente 12. Não que eu consiga imprimir a qualidade de jogo em 12 telas com a mesma qualidade de 6, mas foi o meio termo que encontrei (até o momento) que considero bom para mediar o volume com a qualidade, que são dois termos básicos de teoria do multi-tabling. Mas quais os fatores que me ajudaram a chegar nessa quantidade?

1º: A cada tela adicionada, mais foco no game. Eu consigo jogar uma tela bem focado e assistir TV ao mesmo tempo, mas não consigo jogar 4 telas bem FOCADO e assistir TV ao mesmo tempo. Então a cada tela adicionada, menor tem que ser a distração. Vou citar as principais distrações que eu fui eliminando: TV, Facebook, Twitter, Skype (Redes sociais em geral), familiares te perguntando algo, celular e etc. Hoje, jogando pelo time, o Skype é uma ferramenta que eu tenho que usar, mas eu retiro todos os áudios e notificações do mesmo, porque querendo ou não, isso vai te distrair.

2º: Ferramentas para conforto. Comecei a jogar em um notebook. Hoje tenho um PC com 3 monitores. É claro que cada um tem sua forma de jogar, mas eu particularmente gosto de ter todas as telas aparecendo pra mim a todo o momento, com um tamanho razoável. Jogo com 6 telas em cada monitor de 23’’, e um monitor de 17 para o lobby e outros softwares auxiliares. Isso me ajudar a tomar decisões mais rápidas. Uma coisa que pretendo investir nesse quesito futuramente, é ter monitores verticais, para diminuir a rotação do pescoço.

3º: Ferramentas para tomada de decisão. A primeira de todas, está no próprio software. Os notes de cores. Quando jogava poucas mesas, colocava notes de cores e escrevia cada mão jogada em todos os jogadores. Com muitas telas, é quase impossível fazer as notes escritas em todos jogadores/jogadas, então as notes de cores tornam-se fundamentais. E você consegue faze-las se estiver com o 1º fator bem afiado, o foco! A segunda ferramenta são os softwares auxiliares (HM, PT e Shark). Alguns jogadores não gostam, porque acham que esses softwares te deixam acomodado. Eu acho que depende totalmente de você. No early/midle game acho importantíssimo para ajudar em tomadas de decisão rápidas, enquanto no late game já acho imprescindível as decisões serem feitas no metagame, e as estatísticas ficam em segundo plano.

Como disse no início do post, tudo que escrevi é baseado no que vivenciei. Então não levem como regra, apenas tirem um embasamento para buscar a sua própria evolução!

Abraços.

Quer melhorar o seu jogo? Faça Coaching! Acesse a página de Coaching e fique por dentro dos pacotes.